segunda-feira, 17 de novembro de 2014

NOVA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO.

Os grandes mestres, das escolas teóricas de administração, dizem que quanto maior a estrutura administrativa, quanto maior o número de departamentos de uma empresa, mais difícil o controle.
Em sua maioria, os administradores diminuem os departamentos de uma empresa, afim de ter um maior controle sobre suas diretorias e gerências.

Mas no Brasil, isso é diferente! Para aumentar o controle sobre a administração de uma empresa pública, ou seja, uma empresa gerida com o nosso dinheiro, aumenta-se a estrutura, criando uma nova diretoria.
Essa é a solução apresentada pela presidente da Petrobrás, maior empresa pública nacional: A criação de uma Diretoria de Governança.

Pergunta incômoda (e "reacionária"): A indicação do novo diretor será da "cota" de que partido? Sim; porque as Agências Reguladoras, que foram criadas para fiscalizar as estatais, foram loteadas entre os partidos, aliás, entre os mesmos partidos que indicaram os diretores das estatais. 
Mas afinal, a criação das agencias foi antes do descobrimento do Brasil em 2003; e não se aproveita nada que não tenha sido criado neste governo. Seria desinteligência! Nunca antes na história deste país....

Para os críticos, essa solução é risível; mas para os "descobridores da roda" em administração, isso é eficiência.

Mas o que esperar de um governo que tem 39 ministérios?



Compartilhar:

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

DECRETADO: JUIZ É DEUS. E PONTO FINAL

Segundo a Folha de S.Paulo, a 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, por unanimidade, decidiu manter a condenação à agente de trânsito do rio, que ofendeu em sua honra pessoal, o juiz que dirigia um carro sem documentos, sem placas e sem portar habilitação!
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/11/1546992-desembargadores-mantem-indenizacao-a-agente-da-lei-seca-a-juiz.shtml?cmpid="facefolha"

Segundo o processo, a agente de trânsito, diante destas irregularidades, que causariam a apreensão do veículo de qualquer mortal; e diante da "carteirada" do juiz, ousou dizer que juiz não é Deus. 

Ao dar ganho de causa e indenização ao juiz, a justiça brasileira mostra como os juízes de sentem: deuses.

Mas num país como o nosso, onde denunciar corrupção é atitude de "direitista"; onde a mentira vale muuuito mais que a verdade; onde vale a máxima: "Aos amigos tudo, aos inimigos os rigores da lei"; não é de se admirar que os juizes se sintam deuses. 

Bem vindos ao Olimpo.
Compartilhar:
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial

Seguidores

Total de visualizações

pr. Jonatas de Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Sample text

Ads 468x60px

Sobre o autor

Minha foto
Governador Valadares, Minas Gerais, Brazil
Jonatas de Oliveira, casado com Adiléia Portugal desde 1997, pai de Isaac Anthony e Déborah Cissa; aceitou a Cristo em 1979 e foi batizado em janeiro de 1988; separado ao ministério em São Paulo na Assembléia de Deus - Ministério do Belém em janeiro de 2000, tem desde então pastoreado em Aparecida de Goiânia-GO, Belo Horizonte-MG, Francisco Badaró (no Vale do Jequitinhonha), Periquito-MG, Capitão Andrade-MG, e atualmente em Governador Valadares, onde serve tambem como segundo secretário do Ministério.

Featured Posts

Pesquisar este blog

Popular Posts

Pages

Teste Teste Teste Teste

Blogger templates

Most Trending

Popular Posts

Bem-vindo ao livro online