segunda-feira, 28 de maio de 2012

Acidente grave em Periquito

       Mais um grave acidente nas imediações da nossa cidade. Neste sábado, no fim da tarde,  um veículo pálio com placas de Itabira colidiu com um ônibus da empresa Gontijo, provocando a sua queda em uma ribanceira. 

      Além do motorista do pálio, que ficou preso às ferragens e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, uma grande quantidade de veículos de socorro foram empregadas no atendimento às vítimas, com a atuação sempre destacada e marcante do Corpo de Bombeiros do batalhão de Governador Valadares.

     Confesso que em apenas dois anos, tenho visto muitos acidentes com vítimas fatais neste trecho da BR-381. Isso mostra que não bastam apenas radares, que mais que prevenir acidentes, demonstram a sanha do estado em penalizar os proprietários de veículos em seus bolsos.
 
      Não sou contra a instalação dos radares, mas a prioridade deveria ser a duplicação desta rodovia. Porém, é claro que ao invés de investir, o governo prefere arrecadar.




      Sejamos responsáveis e cuidadosos na condução dos nossos veículos, pois carregamos neles o maior bem de todos: a vida humana.
      
      


Compartilhar:

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Igreja Evangélica Passárgada - Ministério Internacional


     Vivemos uma explosão de igrejas evangélicas no Brasil. Temos igrejas para diferentes tipos e gostos. As exclusivas, as inclusivas, as direcionadas às tribos urbanas, as sectaristas, as pregadoras de prosperidade, as milagreiras... A lista é quase interminável.
     Sugiro olhar os links seguintes: http://umapjales.blogspot.com.br/2008/08/nomes-diferentes-de-igrejas.html ; http://www.jabesmar.com.br/humor-saudavel/65-nomes-de-igrejas-curiosos-e-criativos.html; você vai tomar um susto, vai rir e até chorar com tanta coisa estranha que vai encontrar. No meio destes emaranhados de igrejas está a Passárgada “Internacional”, como gosta de ser chamada.
     A IGREJA EVANGÉLICA PASSÁRGADA INTERNACIONAL está presente em todos os lugares do Brasil; e tem muitos, mas muitos adeptos mesmo. Esta igreja tem lugar para todos: adúlteros, homossexuais, ladrões, trapaceiros, mentirosos, maldizentes, difamadores, vendilhões do templo, falsos curandeiros, proselitistas, fumadores e beberrões, advogados do erro; entre outros. Lá, na Passárgada Internacional você poderá participar de qualquer evento religioso ou gospel sem ser incomodado com pregações insuportáveis que fiquem falando de pecado, concerto, santidade e outros assuntos destas "igrejas de mentalidade retrógada e tacanha" que ainda existem.
            Claro que estamos fazendo uma crítica ao nosso movimento evangélico brasileiro. Digo nosso porque também sou evangélico e penso que apesar de todos os percalços, ainda dá para resgatar o caráter sério do movimento evangélico no nosso país. Faço está crítica parodiando a poesia de Manoel Bandeira, Passárgada; veja a íntegra da poesia:

 Vou-me embora pra Passárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconsequente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d'água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar

Vou-me embora pra Passárgada
Em Passárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

     Na poesia de Bandeira, Pássargada é um paraíso imaginário onde o autor poderia fazer de tudo, seja certo ou errado, sem se incomodar ou ser incomodado por nada ou ninguém, afinal "Lá sou amigo do rei".
     Infelizmente muitas igrejas que se declaram evangélicas, sem nunca ter vivido ou até sem ter entendido o que é evangelho são verdadeiras Passárgadas; e para terem adeptos ou plateia aceitam todo tipo de pecado e "modus vivendi". O adepto que vive em maritalmente sem se casar não precisa deixar o companheiro para cear ou ungir ou até ser missionário(a); o cantor de pagode não precisa parar de cantar pagode, nem precisa tirar o brinco de diamante (falso) da orelha, basta adaptar uma letra gospel ao seu sambinha de pé quebrado; neste "Ministério Internacional" ninguém precisa deixar de beber, fumar, mentir, enganar, lutar MMA (em ringues dentro dos templos), etc... pra ser adepto, tomar ceia, subir em púlpitos e até separar outros igualmente "passargadenses" para exercerem atividades.
     Diante de tudo isso, igrejas evangélicas sérias, centenárias, como os batistas, presbiterianos, assembleianos, são bombardeados por novas denominações que apresentam "o evangelho de Passárgada" como algo novo, moderno. Conheço muitos pastores amigos que vivem um dilema: será que devemos flexibilizar a nossa ortodoxia doutrinaria a fim de termos um maior número de pessoas em sua membresia ou em seus eventos? Ou será que devemos nos manter na mesma seriedade doutrinária que temos tido e ter um crescimento mais lento, porém, mais sólido? Eu sempre digo a eles: Nunca devemos abrir mão de princípios doutrinários e teológicos biblicamente alicerçados.
     Podemos utilizar métodos mais eficientes de evangelização, desde que estes não venham recheados de heresias; podemos desenvolver programas e eventos que possam atrair a massa jovem desinteressada pelos assuntos espirituais; podemos, aliás, devemos ter programas que ajudem viciados de todos os tipos a deixarem seus vícios para servirem a Cristo. Mas, longe de nós, nos tornarmos advogados do erro, do adultério, das heresias e das mentiras que antes combatemos.
      O único lugar para o qual o crente salvo deseja ir embora é Jerusalém Celestial.

Compartilhar:
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial

Seguidores

Total de visualizações

pr. Jonatas de Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Sample text

Ads 468x60px

Sobre o autor

Minha foto
Governador Valadares, Minas Gerais, Brazil
Jonatas de Oliveira, casado com Adiléia Portugal desde 1997, pai de Isaac Anthony e Déborah Cissa; aceitou a Cristo em 1979 e foi batizado em janeiro de 1988; separado ao ministério em São Paulo na Assembléia de Deus - Ministério do Belém em janeiro de 2000, tem desde então pastoreado em Aparecida de Goiânia-GO, Belo Horizonte-MG, Francisco Badaró (no Vale do Jequitinhonha), Periquito-MG, Capitão Andrade-MG, e atualmente em Governador Valadares, onde serve tambem como segundo secretário do Ministério.

Featured Posts

Pesquisar este blog

Popular Posts

Pages

Teste Teste Teste Teste

Blogger templates

Most Trending

Popular Posts

Bem-vindo ao livro online